top of page

Qual é a origem do francês?



Gália


No século II a.C., a França atual fazia parte da Gália, que também incluía as seguintes regiões: Bélgica, Suíça, Luxemburgo, norte da Itália e partes da Alemanha e da Holanda.


Os gauleses falavam o gaulês, uma língua celta não unificada que perdeu sua dominância com a chegada dos romanos.


mapa da Gália
Mapa da Gália. Fonte: New York Public Library's.

Império Romano


Após as Guerras Romano-Gaulesas (58 a.C. - 50 a.C.), o Latim começou a ser adotado pelos gauleses que queriam melhorar seu status social e oportunidades econômicas. Eventualmente, o Latim se tornou o idioma dominante na região e o gaulês desapareceu.


Os plebeus falavam o Latim Vulgar, um dialeto não-literário do Latim que se diferenciava dependendo da região do Império Romano.


Invasões Germânicas


As Invasões Germânicas começaram em 375 d.C, substituindo o Império Romano do Ocidente com tribos germânicas. As divergências do Latim Vulgar aumentaram com a queda do Império Romano, gerando vários dialetos românicos.


Os dialetos do norte da Gália foram os que mais mudaram por conta do contato com línguas germânicas, principalmente com a tribo dos Francos. A influência dessa tribo fez com que o Frâncico tivesse um grande impacto no vocabulário e fonologia do francês.


Francês Antigo


Os diversos dialetos românicos do noroeste do Reino Franco são coletivamente conhecidos como Francês Antigo e, mais tarde, Langue d’Oïl. O francês se desenvolveu a partir do Francien, uma variação do Francês Antigo falada ao redor da região atualmente conhecida como Ilha de França.


A elite do Reino Franco substituiu gradativamente o Frâncico pelo Francien, mas o Latim ainda era a língua que dominava a escrita. Foi apenas com o rei Filipe IV (1285 - 1314) que o francês começou a ser usado nos documentos oficiais, competindo com o Latim na escrita.


bandeira da França

Francês Médio: século XIV ao início do século XVII


A fonologia do francês mudou drasticamente durante esse período, mas sua escrita não sofreu tantas alterações. Durante o Francês Médio, o domínio cultural da Itália durante a Renascença resultou na introdução de 8.000 palavras italianas no vocabulário francês. Atualmente, entretanto, apenas 800 ainda estão em uso!


No século XVI, Francisco I assinou o Decreto de Villers-Cotterêts, que demandava o uso do francês em todos os contratos e legislação oficial. Além disso, a prensa móvel também contribuiu para a propagação do francês.


Francês Moderno: século XVII até os dias atuais


No século XVII, a língua francesa substituiu o Latim como a “língua franca” na Europa e no mundo católico. A Académie Française foi fundada em 1635 com o objetivo de preservar a forma adequada do francês.


No século XVIII, o francês se tornou o idioma internacional da diplomacia, mantendo o seu status global até a Primeira Guerra Mundial.


O colonialismo francês, iniciado em 1605 com a fundação do Port Royal, na atual província de Nova Escócia no Canadá, também impulsionou a francofonia ao redor do mundo. Atualmente, a língua francesa está presente na América do Norte e do Sul, na Europa e na África.



Deseja aprender uma língua estrangeira? Então, confira os cursos online de Inglês, Espanhol, Francês, Italiano, Alemão, Mandarim, Coreano, Árabe e Russo do YSPANUS Laguages!



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

תגובות


bottom of page