top of page

Renda Básica Universal: o que é e quais países são a favor

Você já ouviu falar em renda básica incondicional? Na Alemanha, a Mein Grundeinkommen, uma associação sem fins lucrativos fundada em Berlin, enviará 1.200 euros por mês para 122 alemães como parte de um projeto que visa compreender o impacto de uma renda básica incondicional.


Nessa iniciativa, o participante só possui a obrigação de preencher 7 formulários online ao longo dos 3 anos do projeto-piloto. A hipótese da Mein Grundeinkommen é a de que essa segurança financeira aumentará a felicidade e criatividade dos voluntários, que terão a liberdade de trabalhar ou não.


Qual é a popularidade desse apoio financeiro? Segundo um estudo feito pela Universidade de Oxford em 2020, 71% dos europeus são a favor da renda básica. Já nos Estados Unidos, a Pew Research descobriu que 54% são contra uma renda garantida de 1.000 dólares mensais.


Na Suíça, um plebiscito foi realizado em 2016 para implementar uma renda básica universal de 2.500 francos suíços para os adultos e 625, para menores de 18 anos. O resultado? 76.9% do eleitorado votou contra a ideia! Já na Áustria, a proposta de uma renda básica de 1.200 euros não alcançou as 100 mil assinaturas necessárias para discussão parlamentar.


A pandemia certamente acelerou a implementação de uma renda básica. O governo espanhol, lançou, em junho de 2020, um programa que oferece 1.015 euros mensais para as famílias mais pobres da Espanha. Segundo o site Nature, essa iniciativa apoiará 850 mil famílias e é um dos maiores testes de renda básica incondicional.


E aí, o que você achou dessa ideia?


Não se esqueça de conferir os cursos online do Yspanus Languages:




0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page