top of page

O que acontece quando aprendemos um novo idioma?

Quais partes de seu cérebro são responsáveis pela capacidade de compreender uma língua estrangeira? A maioria das pessoas usa o lado esquerdo do cérebro, mas existem pessoas que usam o lado direito ou uma mistura de ambos para o desenvolvimento da linguagem.


Ao falar um novo idioma, você exercita diversas áreas de sua mente, as quais possuem múltiplas funções e trabalham em conjunto como uma “rede coordenada”. O nervo óptico é responsável pela detecção do texto, que transmite sinais dos olhos para a região posterior do cérebro, conhecida como córtex visual.


O aprendizado de Braille, entretanto, usa o córtex sensorial, localizado no topo do cérebro. Já, ao escutar um áudiolivro, por exemplo, você usa o córtex auditivo, perto de seus ouvidos.


A interpretação do texto é responsabilidade de diversas regiões de seu cérebro:


regiões do cérebro

Córtex Insular: além de ser essencial para o controle motor, para as emoções e para a autoconsciência, essa região também realiza o processamento da linguagem.


Giro Angular: reúne informações de modo a ajudar a compreender palavras e conceitos.


Área de Broca: necessária para formar e expressar a linguagem. Existem casos de pacientes sem deficiências motoras que eram incapazes de falar devido a uma lesão nessa área, algo conhecido como afasia de Broca.


Área de Wernicke: trabalha com as áreas citadas acima para processar palavras e determinar seu contexto e significado. Assim como a afasia de Broca, também existe a afasia de Wernicke, na qual o paciente com lesão na Área de Wernicke é capaz de falar mas não compreende a linguagem.


Quais são os benefícios de ser bilíngue ou poliglota?


Aumenta sua atenção


Você já ouviu falar de função executiva? Essa função descreve a habilidade de controlar, direcionar e gerenciar sua atenção. Quando um brasileiro bilíngue fala inglês, ele precisa gerenciar constantemente a interferência do português para não falar algo errado.


O cérebro bilíngue exercita as mesmas áreas ativadas quando você precisa completar uma tarefa em meio a distrações, como estudar em um ambiente barulhento.


Previne doenças cognitivas


Como a memória, eficiência e velocidade de processamento de seu cérebro começa a declinar com a idade, aprender uma língua estrangeira torna esse declínio menos acentuado. O bilinguismo promove a saúde da matéria cinzenta e branca do cérebro, de modo a compensar a deterioração de conexões cerebrais por meio do uso de vias cerebrais alternativas.


Por isso, doenças cognitivas como o Alzheimer e a demência são diagnosticadas mais tarde em pacientes bilíngues do que aqueles que nunca aprenderam um segundo idioma!


Deseja aprender uma língua estrangeira? Então, confira os cursos online de Inglês, Espanhol, Francês, Italiano, Alemão, Mandarim, Coreano, Árabe e Russo do YSPANUS Laguages!



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Σχόλια


bottom of page